Cinco escolas encerram desfiles do carnaval de Porto Alegre de 2015

Cinco escolas encerraram os desfiles do Grupo Especial do carnaval da capital 
(Foto: Luciano Lanes / PMPA)

15/02/2015

Primeira escola a entrar na avenida foi a Unidos de Vila Isabel.
Público lotou arquibancadas do Porto Seco na madrugada deste domingo.

A maior festa de carnaval do Rio Grande do Sul se encerrou na madrugada deste domingo (15) no Complexo Cultural Porto Seco, em Porto Alegre. Após a primeira noite de desfiles, que ocorreu na sexta-feira (13) com arquibancadas lotadas, a segunda noite de apresentações começou às 23h30 e terminou no início da manhã.

A primeira a entrar na avenida foi a Unidos de Vila Isabel. Depois passaram pela avenida os Embaixadores do Ritmo, Imperadores do Samba, Império da Zona Norte e Imperatriz Dona Leopoldina. Uma escola será rebaixada neste ano.

Imperatriz Dona Leopoldina

Imperatriz Dona Leopoldina encerrou o carnaval de
Porto Alegre (Foto: Joel Vargas/PMPA)

A escola Imperatriz Dona Leopoldina encerrou, por volta das 5h30min da manhã deste domingo (15), a segunda noite de desfiles do Grupo Especial do Carnaval de Porto Alegre.

Com o enredo “Tenho Samba com Rumba! Sou Imperatiz y Soy CUBA”, desenvolvido pelo carnavalesco Leandro Valente, a Imperatriz homenageou Cuba, ressaltando suas semelhanças e a integração cultural e em outras áreas com o Brasil.

Trazendo à avenida cerca de 1,6 mil integrantes, divididos em 19 alas e quatro carros alegóricos, a agremiação trouxe ao sambódromo a semelhança e singularidade dos dois povos, além de outros aspectos que aproximam os dois países. Em uma das alas, a fantasia lembrava a figura de Che Guevara.

Império da Zona Norte

Império da Zona Norte foi a quarta escola a desfilar
(Foto: Ivo Gonçalves/PMPA)

A Império da Zona Norte foi a quarta escola de samba a desfilar no Complexo Cultural do Porto Seco na última noite de apresentações do Grupo Especial do Carnaval de Porto Alegre. Com o tema “Do coração da África Negra, a luz dourada que anuncia novos tempos - Nigéria, o Gigante Africano vem para a festa”, a Império exaltou a alegria do povo nigeriano no desfile em que comemora os seus 40 anos.

Os "Leões da Zona Norte" se apresentaram com cerca de 1,5 mil integrantes, distribuídos em 16 alas e quatro carros alegóricos e  contou um pouco da história do país africano, suas lendas e costumes.

A Império levou para a avenida representações do orixá Oxum, do leão alado (símbolo da escola), além de esculturas gigantescas de africanos, zebras e outros elementos ligados à Nigéria. A culinária, os costumes, a indústria e o petróleo do país também foram lembrados pela escola.

Imperadores do Samba

Desfile da Imperadores do Samba no Porto Seco
(Foto: Luciano Lanes / PMPA)

Na busca pelo bicampeonato, os Imperadores do Samba levaram para a avenida do Porto Seco os elementos como opostos, polaridades e rivalidades. A terceira escola a desfilar na segunda noite retratou o homem e mulher, sagrado e profano, leve e pesado, dia e noite, bem e mal, passado e futuro, tragédia e comédia.

O enredo “A Magia dos Opostos”, do carnavalesco Silvio de Oliveira, teve como destaque a homenagem da Imperadores para sua maior rival, a Bambas da Orgia.

Dividida em cinco setores, "As Trevas e a Luz", "A Água e o Fogo", "A Razão e a Emoção", o "Passado e o Futuro", e "Os Opostos Que se Atraem", a "vermelho e branco" desfilou com cerca de 1,9 mil integrantes, 21 alas, quatro carros alegóricos e um tripé.

Embaixadores do Ritmo

Embaixadores do Ritmo destacou a sustentabilidade (Foto: Reprodução)

A escola entrou na avenida pouco depois das 0h45, com o enredo “Alerta Geral! Sustentabilidade: A importância dos 4 elementos para a sobrevivência no planeta”, de autoria de Gustavo Giró e desenvolvido pela Comissão de Carnaval.

Na apresentação, a Embaixadores abordou a falta de água e destacou a terra, o fogo e o ar. Chamaram a atenção as cores vivas e brilhantes dos trajes e dos carros alegóricos. Em um deles, a figura da "Mãe Terra" foi representada pela estátua de uma mulher em verde, muito elogiada no sambódromo. A última ala apresentou carros elétricos - veículos que não emitem gases poluentes ao ambiente.

Em 2014, a escola ficou em sexto lugar no Carnaval.

Unidos de Vila Isabel

Unidos de Vila Isabel apresentou enredo em homenagem ao Rio de Janeiro
(Foto: Instagram Prefeitura de Porto Alegre)

A escola entrou no sambódromo pouco depois das 23h30, apresentando o enredo "De São Sebastião... Cidade Maravilhosa: Rio 450 anos de história", do carnavalesco Sandro Rauly. No desfile, a primeira ala apresentou a conquista da terra por franceses e portugueses e a disputa travada com os índios.

A Unidos de Vila Isabel contou com figurinos que lembraram as belezas do Rio de Janeiro, como a calçada da praia de Copacabana. Um carro também homenageou o cartão postal da cidade, com a imagem do Cristo Redentor.

Segundo a Vila Isabel, foram levados ao Complexo Porto Seco cerca de 1,5 mil componentes, quatro carros alegóricos, três tripés e 17 alas. A rainha do Carnaval 2015, Rochelle da Silva Lino, é representante da escola.

Fonte: G1 RS


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...