Além de torcida mista, Caminho do Gol também pode voltar no Gre-Nal

Foto: Marcelo Oliveira / Agencia RBS
10/02/2015

Autoridades estudam a implementação de novas formas de integração entre as torcidas

O Caminho do Gol pode retornar. Mais gaúcho, é verdade. Não deve levar o torcedor até jogos da Copa do Mundo nem ouvir outros idiomas além do português, como aconteceu entre junho e julho do ano passado. Conduziria gremistas e colorados, de forma separada, até o clássico Gre-Nal do dia 1º de março. Agora, pelo Gauchão. 

Pela proposta analisada, o percurso, porém, dever ser um pouco menor em relação ao que se viu no Mundial em Porto Alegre. Em um primeiro momento, o início seria na esquina das avenidas Ipiranga e Praia de Belas, e não mais na Borges de Medeiros. A iniciativa coloca em prática o discurso do prefeito José Fortunati após a Copa, que chamou o Caminho do Gol de legado. 

Querendo retomar este espírito de Copa do Mundo, o Inter, nesta segunda-feira, deu a largada para um projeto que busca unificar as duas torcidas em um mesmo setor do estádio para o clássico de número 404. Ouviu do Comando-Geral da Brigada Militar que é possível tirar do papel a ideia de gremistas e colorados na superior do Beira-Rio, lado a lado. 

Um novo encontro, marcado para terça-feira, às 9h30min, no estádio, reunirá Federação Gaúcha de Futebol, EPTC, Promotoria do Torcedor e Brigada Militar. É quando será definido o local exato em que cerca de 2 mil torcedores dividirão espaço, o valor de cada ingresso e como será a venda. 

Em um primeiro momento, o Inter projeta vender ingressos de forma casada. O torcedor colorado compra a sua entrada e leva um torcedor gremista. Casos como os sócios que não necessitem comprar bilhetes serão analisados e, possivelmente, precisem desembolsar um valor para se adequar ao novo espaço. O local no Beira-Rio, ainda a ser definido, deve ser na superior, entre o antigo boné e a torcida do Grêmio, próximo ao escanteio do Gigantinho. 

— Precisávamos deste aval da Brigada Militar e Promotoria do Torcedor para seguir adiante com a ideia. Agora, é viabilizar tudo isso — disse Limeira, empolgado com a ação inédita no futebol brasileiro. 

O dirigente já havia consultado o titular da Promotoria do Torcedor, José Seabra Mendes Júnior, que mostrou-se favorável à ideia. Segundo Limeira, o presidente Vitorio Piffero também conversou com o prefeito José Fortunati, que aprova a sugestão do Inter. 

—  Precisamos dar um recado de educação, civilidade. As pessoas de bem estão ficando fora dos estádios. As famílias são separadas no domingo em função do futebol — explicou Limeira.

Fonte: Zero Hora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...