Chile reconhece problemas em obras, mas garante estádios prontos

Estádio Ester Roa enfrenta problemas na reforma (Foto: Site oficial Copa América)

23/01/2015

Ministra do Esporte diz que Sausalito, Ester Roa e La Portada enfrentam maiores atrasos, mas afirma que país tem condições de abrigar a Copa América

O Chile convive com um problema para a Copa América: a demora na entrega dos estádios para a disputa. Sausalito (Viña del Mar), Ester Roa (Concepción) e La Portada (La Serena) são alguns dos locais que sofrem com a demora nas reformas. A ministra do Esporte do país garantiu que todos ficarão prontos a tempo da competição, que começa em 11 de junho, no Estádio Nacional Julio Martínez Prádanos, em Santiago de Chile.

- Sim, claro. Nós estamos avançando todos os dias. No caso de La Serena, está quase pronto. Tem 98% (de obras terminadas). Sausalito e Roa que seriam os casos com um nível menor de reforma que os outros. Mas estamos minuto a minuto revisando junto aos municípios - afirmou Natalia Riffo em entrevista à "CNN Chile".

O Estádio Sausalito recebeu até mesmo um veto da FIFA, mas o governo ainda não desistiu de usá-lo. A nova data para revisão das obras no local será em 31 de janeiro. Natalia Riffo afirmou que o esforço é conjunto para a conclusão das reformas. Ela garantiu que o país tem condições de abrigar a Copa América.

- Temos uma mesa de trabalho com a ANFP (Associação de futebol do Chile) para os temas de infraestrutura dos estádios e também contemplando temas turísticos, econômicos e de segurança nas sedes. Efetivamente, estamos em condições de trazer eventos esportivos e isso ficou claro nos Jogos Sul-Americanos 2014 - disse.

Estádio La Serena em foto de 11 de dezembro de 2014 (Foto: Sebastian Padilla / Getty Images)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...