Estádios da Copa América Chile 2015

Estádio Regional Calvo y Bascuñan de Antofagasta

Foto: Divulgação

Localizado na cidade de Antofagasta. O Regional Calvo y Bascuñan, foi inaugurado em 8 de outubro de 1964, e tem capacidade para 21.178 espectadores. O plano inicial era que ele fosse construído para ser sede da Copa do Mundo de 1962, mas, entre atrasos da obra e algumas indefinições políticas, este sonho acabou frustrado. Alberto Calvo e Miguel Bascuñan se afirmaram depois disso e foram essenciais para reorganizar o comitê de construção. O estádio leva o nome em honra a estes dois entusiastas do esporte local.

O estádio recebeu partidas do Grupo D do Mundial Sub-20 de 1987. Em uma delas, um jovem Andreas Möller marcou um gol no triunfo da Alemanha Ocidental sobre os Estados Unidos. Três anos mais tarde, ele faria parte do grupo campeão do mundo na Itália. Já em 1996, seria um dos pilares da seleção que conquistou a Eurocopa.

O Regional Calvo y Bascuñan passou por reforma e foi reinaugurado em 20 de março de 2013, no contexto do programa “Chilestadios”do Instituto Nacional de Esportes.

Além de ser o principal complexo esportivo da região, também é uma referência cultural. O estádio foi palco de diversos eventos musicais, recebendo apresentações de  Luis Miguel, Miguel Bosé, Ricardo Arjona, Alejandro Sanz e Daddy Yankee, dentre outros artistas conhecidos. Entre 2004 e 2008 recebeu o festival musical “Verano Naranja”, em comemoração ao dia de Antofagasta.


Estádio Ester Roa de Concepción 


Foto: Divulgação

Localizado na cidade de Concepción. Inaugurado em 16 de setembro de 1962, o Ester Roa é a casa de duas equipes da cidade: Deportes Concepción e Universidad de Concepción. É ainda o estádio de fora de Santiago que mais público pode receber - com capacidade para 35 mil espectadores.

Conhecido popularmente como "Collao”, encontra-se em pleno processo da reforma que modernizará suas instalações com cadeiras individuais, reposicionamento do campo, novas pista de atletismo e cobertura, além da criação dos setores norte e sul.

O nome do local é em homenagem a Ester Roa de Pablo, prefeita que foi determinante para o início de sua construção, em 1956.

Além de receber importantes partidas do futebol chileno semanalmente, o estádio foi sede do Mundial Juvenil de 1987, da Copa América de 1991 e do Pré-Olímpico de 2003, quando atuaram por ali figuras como o brasileiro Robinho e o chileno Jean Beausejour.



Estádio La Portada de Serena

Foto: Divulgação


Localizado na cidade de Serena. Diferentemente de outros estádios que sediarão a Copa América, La Portada não tem o nome de um personagem histórico importante. É uma referência a um grande portal de pedra que dava acesso para Serena em tempos coloniais. A famosa construção era parte das fortificações, muros e peças de artilharia do século XVIII que protegiam a cidade de possíveis invasores.

Inaugurada em agosto de 1952, La Portada está passando por um período de reconstrução que será finalizado em 2014. A reforma dará lugar a um estádio de última geração , com padrão Fifa e capacidade para 18.500 espectadores.

Dentre alguns eventos esportivos que recebeu está o Pré-Olímpico de 2014. Por ali atuaram jogadores da grandeza dos argentinos Javier Mascherano e Luis González e do peruano Paolo Guerrero.


Estádio El Teniente de Rancagua


Foto: Divulgação

Localizado na cidade de Rancagua. O El Teniente é o principal centro esportivo da região. Destaca-se por ter sido uma das quatro sedes da Copa do Mundo de 1962, quando viu a Hungria brilhar no Grupo D, do qual também participaram a Inglaterra, que ficou com o segundo lugar, Argentina e Bulgária.

Inaugurado em 1947, o estádio foi remodelado em 2014 e aumentou sua capacidade para 15.600 pessoas, além de adotar uma moderna cobertura e um museu de última tecnologia. Seu nome remete à maior mina subterrânea de cobre do mundo, que é localizada nesta região.

O El Teniente foi palco de jogos da Copa Libertadores, Copa Sul-Americana e Copa Conmebol em várias oportunidades.

Estadio Nacional “Julio Martínez Prádanos


Foto: Divulgação

Localizado na cidade de Santiago. Santiago viveu uma explosão demográfica no início do século XX que fez crescer a população ao redor de seu centro histórico e culminou na criação de 37 comunas que atualmente formam a Grande Santiago. Em uma delas, Ñuñoa, fica o Estádio Nacional, também denominado Julio Martínez Prádanos. Trata-se do lugar mais importante e histórico do futebol do país. Foi o cenário da final da Copa do Mundo de 1962, com o Brasil sagrando-se campeão.

Construído em 1938, o Nacional tem capacidade para 48.745 espectadores. Foi reformado em 2010 e passou por várias etapas de modernização para se tornar um estádio de primeira categoria.

Em 5 de julho de 2008, o governo chileno lhe deu o nome Julio Martínez Prádanos em homenagem a um prestigiado jornalista local especializado em futebol e com grande trajetória na imprensa escrita, no rádio e na televisão.

O Nacional tem enorme valor histórico. É o estádio que mais recebeu partidas da Copa América (68), além de sediar finais da Copa Libertadores, Copa Sul-Americana e o Mundial Juvenil de 1987. A seleção chilena e o clube Universidad de Chile atuam como mandantes neste local.



Estádio Monumental David Arellano


Foto: Divulgação

Localizado na cidade de Santiago. O Estádio Monumental é a casa do Colo-Colo, uma das três maiores equipes do Chile ao lado de Universidad Católica e Universidad de Chile. Localizado na comuna de Macul, fica a pouco mais de 5 km do Estádio Nacional, onde atuam como mandantes a Seleção Chilena e a Universidad de Chile. O Monumental foi inaugurado em 20 de abril de 1975 e tem capacidade para 47.347 espectadores.

Uma de suas particularidades tem a ver com a forma que ele foi construído. O gramado está localizado abaixo do nível do solo, o que faz com que as reações do público, que fica a poucos metros do campo, gerem mais pressão que a maioria dos estádios.

O local passou por uma grande remodelação durante o ano de 2006, o que resultou na instalação de poltronas em quase todos os setores e na melhora dos padrões de segurança.

O Monumental só recebeu a Seleção Chilena em sete ocasiões, cinco delas em Eliminatórias da Copa do Mundo (uma rumo à França 1998 e duas a caminho da África do Sul 2010 e do Brasil 2014). Os outros dois jogos foram amistosos contra o Uruguai, disputado em 2010 em razão do centenário da equipe “roja”, e contra a Estônia, em 2011.


Estádio Municipal Germán Becker 


Foto: Divulgação


Localizado na cidade de Temuco. O estádio da cidade foi erguido em 1965 pelo prefeito da época, Germán Becker Bäechler, que dá nome ao local. Os presos da cadeia de Temuco colaboraram na sua construção.

Reformado em 2008, tem capacidade para 18.936 pessoas e instalações de primeira categoria. Foi o palco de uma das partidas mais memoráveis da história do futebol chileno: em 1966, o Green Cross (atualmente Deportes Temuco)  venceu a União Soviética por 1 a 0 diante de mais de 31 mil espectadores, recorde de público do estádio. A seleção soviética fazia um tour pela América do Sul em preparação à Copa do Mundo daquele ano, disputada na Inglaterra.


O estádio fica em um parque de beleza natural que também conta com campos de futebol, de rúgbi, quadras de tênis, atrações para crianças, áreas verdes e uma piscina olímpica.


Estádio Elías Figueroa de Valparaíso


Foto: Divulgação

Localizado na cidade de Valparaíso.  Conhecido anteriormente como Estádio Regional Chiledeportes ou popularmente como Estádio Playa Ancha, o local recebeu seu nome definitivo em 2012, quando as autoridades chilenas decidiram homenagear o talvez mais importante jogador da história da região e do país : Elías Figueroa Brander.

Figueroa fez história no uruguaio Peñarol e no Internacional de Porto Alegre. Foi eleito três vezes o melhor jogador da América e teve atuações de destaque nas Copas do Mundo da Inglaterra, em 1966, Alemanha, em 1974, e Espanha, em 1982. Seus pés estão imortalizados em uma placa comemorativa dentro do estádio em Valparaíso. 

O local foi reconstruído em 2014 e, além de modernizar por completo suas instalações, aumentou sua capacidade de 18.500 espectadores para 23 mil. Depois da reforma, o estádio conta ainda com um museu esportivo, um ginásio, uma pista atlética e um cassino.



Estádio Sausalito de Viña del Mar​

Foto: Divulgação

Localizado na cidade de Viña del Mar. Graças à perfeita localização e as condições climáticas privilegiadas da área, o Sausalito tem um dos melhores campos de futebol do país , com um gramado que brilha ao longo de todo o ano.

Como boa parte dos estádios que serão sede da Copa América do Chile, o Sausalito teve um plano de remodelação para abrigar o torneio em melhores condições.

Com capacidade para 18 mil espectadores, ele tem uma beleza única por estar localizado entre colinas.

O Sausalito recebeu uma das semifinais da Copa do Mundo de 1962. Nesta partida, a Checoslováquia venceu a Iugoslávia por 3 a 1. Posteriormente, os checos foram derrotados pelo Brasil na final e os iugoslavos ficaram em quarto após perderem para o Chile. Construído em 1929, o estádio também sediou a Copa América de 1991.

Foi também no Sausalito que a Seleção Argentina comandada por Marcelo Bielsa se sagrou campeã do Pré-Olímpico de 2004. Este plantel, liderado por Carlos Tevez, conseguiria a medalha de ouro na Olimpíada de Atenas do mesmo ano.

Fonte: Copa América 2015

Cursos Online na área de Ciências Agrárias e da Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...