Aplicativo de capacitação para Copa ganha prêmio de inovação

13/08/2014

Programa ganhou o Prêmio Unirede de Inovação Tecnológica 2014. Entre os recursos, videoaulas e cursos de idiomas

O aplicativo desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict/MCTI), em parceria com a Universidade de Brasília (UnB) e Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), para capacitar voluntários para a Copa do Mundo ganhou o Prêmio Unirede de Inovação Tecnológica 2014.

Entre os recursos oferecidos estavam videoaulas e cursos de inglês, francês, espanhol e italiano. O sistema foi hospedado na Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e parte do seu conteúdo foi idealizada em parceria com as cidades sedes, a partir de uma demanda do Ministério do Esporte.

O prêmio foi concedido pelo 11º Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância (Esud) 2014, em Florianópolis, na sexta-feira (8). A escolha se deu a partir de critérios técnicos de inovação e foi feita por uma comissão de especialistas. Houve também uma votação virtual, na qual o aplicativo obteve 2.058 do total de 5.774 votos.

A diretora do ibict, Cecília Leite Oliveira, agradeceu a iniciativa da diretora do Centro de Educação a Distância (Cead) da UnB, Wilza Maria Ramos, e do professor Ricardo Valentim, coordenador de Tecnologia da Informação e Comunicação da Secretaria de Educação a Distância (Sedis) da UFRN, responsáveis pela inscrição do aplicativo no Prêmio Unirede. Ela também destacou a importância da atuação do Instituto em parceria com outras instituições públicas e privadas. "Hoje o Ibict tem parcerias com 18 universidades brasileiras", frisou.

A professora e decana de Extensão da UnB, Thérèse Hofmann Gatti, ressaltou a importância dessa parceria para o desenvolvimento com base no software livre Modular Object-Oriented Dynamic Learning Environment (Moodle), umas das plataformas de aprendizagem à distância mais difundidas no mundo, usada, entre outros, pelas universidades abertas da Inglaterra e do Brasil.

Treinamento de voluntários

A tecnologia 'Voluntários da Copa' era composta por um jogo e slides para leitura e compreensão sonora. Ao final de cada tópico, o inscrito teria que responder questões sobre o item estudado. Não era permitida a volta ao texto para tirar dúvidas no momento de responder as questões. Por isso, o candidato teria que ler tudo com muita atenção. Se fechasse a janela, desligasse o computador ou parasse a leitura, o módulo retornava exatamente da tela em que ele parou.

O tecnologista do Ibict, Thiago Braga, que atuou no projeto, informou que o programa foi acessado por 36 mil voluntários.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...