3G puxou consumo de 8,6 TB do tráfego da TIM na Copa 2014

12/08/2014

A TIM fechou o balanço de seu desempenho de rede durante a Copa do Mundo com excelentes resultados. Durante as 64 partidas do mundial no Brasil, que se tornou a “Copa dos Selfies”, a TIM registrou um tráfego de 8,6 TB de um total de 26,7 TB de todo o evento.

A maior parte do tráfego de dados da rede foi no 3G (60%), seguido pelo Wi-Fi (26%), 4G (12%) e pelo 2G (2%), levando-se em consideração o tráfego total da operadora nos 12 estádios das cidades-sede da Copa. Já nos seis estádios em que o Wi-Fi foi efetivamente instalado, esta tecnologia respondeu por 45% do tráfego.

“A TIM vem investindo continuamente em infraestrutura e em uma arquitetura de rede heterogênea e os resultados se mostram consistentes. No triênio 2014-2016, estão previstos investimentos de R$ 11 bilhões, 90% em infraestrutura de rede”, diz Marco Di Costanzo, diretor de rede móvel da TIM.

Para medir o tráfego total de ligações e de comunicações de dados foi sempre considerado um período de oito horas, começando três horas antes da partida e se encerrando três horas após os jogos. Em parceria com seus fornecedores, a TIM preparou sua rede, monitorou e controlou seu desempenho, com atuação imediata de técnicos para correção de qualquer anormalidade identificada, garantindo assim os excelentes resultados e a satisfação de seus clientes durante os jogos da Copa do Mundo. 

O esquema de monitoramento foi implantado nos 12 estádios das cidades-sede da Copa: em São Paulo, no Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Fortaleza, Natal, Manaus, Belo Horizonte, Cuiabá, Curitiba e Porto Alegre. O sistema de Wi-Fi esteve disponível apenas nos estádios de Brasília, Rio, Porto Alegre, Salvador, Manaus e Cuiabá.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...