Voluntários da Copa 2014 recebem certificados da Trensurb

31/07/2014

Evento exclusivo para os “facilitadores” que atuaram nas estações do metrô ocorreu na tarde de hoje (29), no auditório da empresa.

Foto: Marco Prass/ Trensurb
Na tarde de terça (29), os voluntários da Trensurb que atuaram nas estações do metrô durante a Copa do Mundo de 2014 receberam atestados de participação. Os “facilitadores”, que se dividem entre empregados da empresa metroviária e voluntários externos, auxiliaram entre os dias 2 e 30 de junho - data do último jogo na capital gaúcha – no atendimento aos turistas que vieram a Porto Alegre para assistir as partidas do maior evento de futebol do mundo, que teve o Brasil como país-sede desta edição. 16 dos 47 voluntários com domínio das línguas inglesa e/ou espanhola estiveram presentes no evento de entrega dos atestados.

Em acordo com a Trensurb, os funcionários da empresa que se candidataram para auxiliar os turistas durante a Copa atuavam em um turno nas estações e trabalhavam normalmente no período inverso. Já os voluntários externos receberam, por meio de comprovação de gastos, um auxílio para pagar as despesas com alimentação e transporte durante o voluntariado.

Na atividade de hoje, Nelson Baptista, aposentado que atuou como “facilitador” na Estação Salgado Filho do aeromóvel – localizada junto ao aeroporto internacional – foi convidado para falar em nome dos voluntários. Ele contou que, assistindo a televisão pela manhã, descobriu que a Trensurb estava convidando voluntários para prestar informações aos turistas. Por ter conhecido boa parte da América Latina e desenvolvido fluência em espanhol, decidiu candidatar-se. “Essa experiência tive depois de 13 anos aposentado”, relata.

O diretor-presidente da Trensurb, Humberto Kasper, lembrou que havia algum pessimismo dos próprios brasileiros em relação à Copa, mas que, no fim, tudo funcionou bem. “Somos muito melhores do que nós mesmos enxergamos. Aos voluntários, em especial, gostaria de agradecer. Foi uma experiência muito importante que trouxe a nós um aprendizado grande”, afirma. Ele disse ainda que já sente saudades do evento, visto que este “mexe com a cultura do país” e que, se possível, o Brasil deveria sediar mais edições do mundial.

Administrador da Trensurb, Cássio Lazzarini atuou durante algumas manhãs na Estação Mercado. O terminal da capital gaúcha foi o ponto da Linha 1 que teve maior fluxo de turistas nos dias de jogos em Porto Alegre em função de sua localização próxima ao início do chamado “Caminho do Gol”, entre o Centro Histórico de Porto Alegre e o Estádio Beira-Rio, onde ocorreram os jogos. “Me senti parte da organização do evento”, conta.

Lúcia Zanchetti, que ajudou os turistas no local juntamente com Cássio, recorda de um momento em que eles conversaram com holandeses. “Eles chegaram em grupo, solicitaram algumas informações e pediram que tirássemos fotos deles. Depois, nos chamaram para aparecer junto nas imagens”, lembra.

Fonte: Trensurb



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...