Blatter: "Esta Copa, posso dizer, é indiscutivelmente um sucesso"

Presidente da FIFA elogiou a estrutura, o clima festivo e a parceria com as várias instâncias de governo - Getty Images

02/07/2014 

Presidente da FIFA e ministro do Esporte participaram da abertura do Seminário de Gestão Esportiva da Fundação Getúlio Vargas, nesta quarta, no Rio de Janeiro

O presidente da FIFA, Joseph Blatter, afirmou ser indiscutível o sucesso da Copa do Mundo de 2014 no Brasil. O dirigente elogiou a estrutura oferecida pelo país para receber o torneio, o clima festivo nas cidades-sede e as parcerias com os governos federal, estadual e municipais. Junto com o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, Blatter participou da abertura do Terceiro Seminário de Gestão Esportiva da Fundação Getúlio Vargas, nesta quarta-feira (02.07), no Rio de Janeiro.

“Quando você trabalha com parceiros como os governos, onde a base é a confiança, é mais fácil. Ainda temos oito jogos pela frente, então, vamos torcer para que sejam no mesmo padrão e atmosfera de até agora. Tudo está ótimo, estádios estão magníficos. Posso dizer, indiscutivelmente, que é um sucesso. Onde estão todos os problemas que falaram antes? Só tenho a agradecer todo o povo brasileiro que aceitou a Copa”, disse Blatter.

A importância do torneio foi exemplificada pelo ministro do Esporte, Aldo Rebelo, ao lembrar que a partida entre Estados Unidos e Bélgica, disputada ontem pelas oitavas de final da Copa, mudou a agenda da Casa Branca. “O Brasil tem a fortuna de acolher e celebrar o mais importante evento do planeta: a Copa do Mundo. Não é apenas o mais grandioso, o mais esperado, o que reúne esperanças e fantasias, a Copa é um evento de dimensões esportivas e geopolíticas, atrai para o mesmo ambiente países distintos como EUA e Irã, em torno de uma agenda positiva. A Copa é uma agenda capaz de alterar o funcionamento do departamento de Estado do país mais importante do mundo. E mesmo com a seleção dos EUA eliminada, as autoridades pararam para mandar mensagens de felicitações aos atletas. E a palavra foi orgulho”, revelou.

Os números da Copa do Mundo também foram exaltados pelo ministro, como os recordes de audiência televisiva alcançados e a troca de informações e dados pela internet. Para Aldo Rebelo, o evento também pode gerar um legado para o futebol brasileiro.  “A Copa é capaz de bater todos os recordes de circulação de informações nas redes sociais e de audiência na TV. E o Brasil tem a oportunidade de acolher esse evento, com a perspectiva de mudança e reforma do esporte no país, fazer com que o futebol no país assuma o desafio da gestão profissional, sem perder a sua essência e se tornando apenas uma mercadoria. Esse evento tem capacidade de elevar o futebol brasileiro na economia do esporte e na economia do país”.

Também participaram da abertura do Seminário o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, e o presidente da FGV, Carlos Ivan Simonsen. O evento segue com programação durante todo o dia, com painéis até às 18h.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...