Uruguai 2 x 1 Inglaterra - Com Ibra de olho, Suárez brilha e "revive" a Celeste

Foto: Divulgação

20/06/2014

Rooney também marcou, mas o English Team está praticamente eliminada
Por Kim Belluco
    
Sob os olhares do craque Ibrahimovic, presença ilustre na Arena Itaquerão, Suárez deu show e levou o Uruguai à sua primeira vitória na Copa do Mundo 2014. Com dois gols de Luisito, a Celeste derrotou a Inglaterra por 2 a 1. Rooney acabou com a maldição. Balançou as redes pela primeira vez em um Mundial, mas não fez o possível para conquistar os três pontos, em partida realizada no Itaquerão.

Pé frio ou não. Mick Jagger mandou um recado para os inglesses antes da partida terminar. Novamente, ele não deu sorte ao English Team, que acabou sofrendo sua segunda derrota na Copa do Mundo. Com isso, os ingleses tem chance remotas de classificar às oitavas de final. Caso aconteça um empate entre Itália e Costa Rica, em jogo desta sexta-feira, estarão automaticamente eliminados.

Por outro lado, para seguir sonhando, tem que botar fé na Itália, para que ela vença os dois próximos jogos e apostar as fichas no jogo diante da Costa Rica. Já o Uruguai entrou de vez na briga. A seleção celeste chegou aos três pontos, mas seque atrás dos italianos e dos costa-riquenhos pelos critérios de desempate. A classificação, porém, pode acontecer em vitória, na última rodada, contra a Azzurra.

AQUI QUEM MANDA É SUÁREZ!
O dia pareceria ser do Uruguai. Antes mesmo do início da partida contra a Inglaterra, a seleção celeste recebeu uma boa notícia. Luis Suárez estava recuperado de uma artroscopia no joelho esquerdo e faria sua estreia na Copa do Mundo. A falta do atacante foi muito sentida no embate frente a Costa Rica. Na ocasião, os costa-riquenhos venceram por 3 a 1.

Foto: Divulgação

Com Lodeiro, Cavani e Suárez, mas sem Lugano e Fórlan, o Uruguai apostou em uma formação ofensiva, mas era a Inglaterra que ameaçava, principalmente com Rooney. Foi nos pés do craque, que por muito pouco os ingleses não fizeram a festa. O atacante do Manchester United cobrou falta com muito perigo. Muslera já estava batido no lance e só torceu para não entrar.

A maldição parecia estar novamente com Rooney. Aos 31 minutos, o atacante mandou na trave, após cobrança de falta de Gerrard. Bem quando os ingleses estavam melhores em campo, o Uruguai abriu o marcador. Aos 38, Lodeiro lançou Cavani. O craque do PSG cruzou na cabeça de Suárez, que testou firme para fazer o seu.

Por pouco a Inglaterra não repetiu o mesmo feito que fez diante da Itália. Logo em que tomou o gol, o English Team saiu para o ataque e ficou muito perto de marcar. Rooney passou por Cáceres como quis, e cruzou para Strurridge. O atacante chutou, mas parou na grande defesa de Muslera.

ROONEY MARCA, MAS SUÁREZ DECIDE DE NOVO!
O Uruguai entrou na segunda etapa com o objetivo de decidir o embate. González, Suárez e Cavani tentaram, mas foi o último que ficou mais perto de fazer o segundo. O atacante do PSG ficou frente a frente com Hart, mas chutou para fora. Após o susto, a Inglaterra “acordou” e voltou a equilibrar a partida. Baines cruzou, Rooney chutou, a bola “chorou” e não entrou. Muslera salvou a Celeste.

Foto: Divulgação

Em seugida, Álvaro Pereira deu um susto em todos no Itaquerão. Em dividida com Sterling, o lateral do São Paulo levou a pior e tomou uma joelhada no rosto. Na hora, acabou desmaiando, mas recuperou a consciência e voltou para a partida. Chegou até a brigar para não ser substituído, ao afirmar “não vou sair não”.

Com a partida reiniciada, o Uruguai mudou de postura. A Celestre foi para retranca. Deu campo para a Inglaterra e foi castigada. Aos 29 minutos, acabou a maldição. Johnson cruzou, a bola atravessou praticamente toda a área e sobrou nos pés de Rooney, que apenas rolou para o fundo das redes. Tudo igual no Itaquerão.

A Inglaterra foi para pressão. Estava mais perto da virada. Aos poucos, o Uruguai foi recuperando a posse de bola e apostava em Suárez, e ele resolveu. A zaga celeste tirou o perigo, e a bola ficou com o craque. O atacante invadiu a área, dominou, escolheu o canto, e soltou o pé. Sem chances para Hart. Confirmando, assim, a primeira vitória celeste na Copa do Mundo.

PRÓXIMOS JOGOS
Na próxima rodada, a Inglaterra enfrenta a Costa Rica na terça-feira, às 13h, no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Já o Uruguai tem pela frente a Itália no mesmo dia e horário, na Arena das Dunas, em Natal.

FICHA TÉCNICA

URUGUAI 2 x 1 INGLATERRA

URUGUAI - Muslera; Caceres, Gimenez, Godin e Álvaro Pereira; Arévalo Rios, Lodeiro (Stuani), Gonzalez (Fucile) e Rodriguez; Cavani e Luis Suárez (Coates). Técnico: Oscar Tabárez.

INGLATERRA - Hart; Johnson, Jagielka, Cahill e Baines; Gerrard, Henderson (Lambert); Rooney, Sterling (Barkley) e Welbeck (Lallana); Sturridge. Técnico: Roy Hodgson.

GOLS - Suárez, aos 38 minutos do primeiro tempo; Rooney, aos 29, e Suárez, aos 40 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Godin (Uruguai); Gerrard (Inglaterra).
ÁRBITRO - Carlos Carballo (Fifa/Espanha).
RENDA - Não disponível.
PÚBLICO - 62.575 pessoas.
LOCAL - Estádio Itaquerão, em São Paulo (SP).



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...