Suíça 2 x 5 França – Chocolate amargo na terra abençoada

Foto: Divulgação

21/06/2014

Em três jogos realizados na Arena Fonte Nova, foram 17 gols marcados
    
Salvador realmente é uma terra abençoada. Em uma apresentação de gala, a França goleou a Suíça na tarde desta sexta-feira, por 6 a 2, ficou muito perto da classificação para as oitavas de finais da Copa do Mundo e manteve uma média incrível de 5,6 gols por jogo na Arena Fonte Nova. A partida foi válida pela segunda rodada do Grupo E.

Com 100% de aproveitamento, a França chegou aos seis pontos e se isolou na liderança, precisando apenas um tropeço de Equador para garantir a classificação com uma rodada de antecedência. Já a Suíça estacionou nos três e ainda continua com chances de avançar para as oitavas de finais.

Na última rodada, a França vai ter pela frente o Equador, na próxima quarta-feira, no Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro. No mesmo dia, mas em Manaus, na Arena da Amazônia, a Suíça enfrenta a Honduras.

LOCAL ABENÇOADO

A emocionante partida desta sexta-feira serviu para comprovar que a Arena Fonte Nova está abençoada. Antes da goleada francesa sobre a Suíça, a Holanda havia goleado a Espanha, por 5 a 1, e a Alemanha batido Portugal, por 4 a 0. São 17 gols em três jogos.

SHOW FRANCÊS

A França esboçou uma pressão nos minutos iniciais e levantou a torcida logo aos cinco minutos, quando Benzema recebeu livre na entrada da área e bateu colocado, buscando o ângulo de Benaglio. A bola, porém, passou raspando a trave. Depois disso, a partida caiu um pouco de produção. Os franceses tinham mais posse de bola e encontravam dificuldades para escapar da forte marcação aplicada pelos suíços, que tentavam explorar o contra-ataque.

Foto: Divulgação

Aos 16 minutos, Valbuena cobrou escanteio e Giroud subiu mais que todo mundo e cabeceou no ângulo de Benaglio, que chegou a tocarna bola, mas não com força para evitar o gol. Logo depois, a zaga da Suíça sofreu um apagão e Benzema puxou contra ataque, tocando na medida para Matuidi. O volante dominou e finalizou no cantinho do goleiro, fazendo a festa dos torcedores franceses. Benzema ainda quase marcou o terceiro, mas parou em Benaglio.

Os suíços ainda conseguiram diminuir aos 27 minutos, quando Xhaka aproveitou bate e rebate. O meia, porém, estava impedido e teve o gol anulado. Na sequência, Xhaqiri finalizou rasteiro e a bola passou raspando. A França teve duas grandes chances seguidas para marcar o terceiro. Benzema foi derrubado dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. O atacante bateu mal e Benaglio fez a defesa e o rebote caiu nos pés de Cabaye. Mesmo com o gol aberto, ele finalizou no travessão.

Valbuena não faria igual Cabaye e aumentaria o placar aos 39 minutos. Em um contra ataque perfeito, Giroud foi lançado pela esquerda e cruzou rasteiro para dentro da área. Livre de marcação, o meia pegou de primeira e estufou as redes. Na sequência, quase Valbuena marcou o quarto, mas Benaglio fez uma linda defesa e salvou a Suíça de um vexame ainda maior no primeiro tempo.

MAIS GOLS

Tentando diminuir a goleada, a Suíça iniciou o segundo tempo pressionando a França, que continuava se defendendo muito bem e procurando explorar o contra ataque. Aos dez, Giroud recebeu na entrada da área e finalizou rasteiro, assustando o goleiro Benaglio. Na sequência, foi a vez de Dzemaili arriscar. Já batido no lance, Lloris apenas observou.

Valbuena rolou para Benzema e o atacante pegou de primeira. A bola desviou em um zagueiro suíço e quase entrou. Após cruzamento para dentro da área, Mehmedi dominou e finalizou na saída do goleiro francês. O chute, porém, subiu muito e foi pela linha de fundo. Aos 21 minutos, a França marcou o quarto. Pogba, que havia acabado de entrar, deu grande passe de três dedos para Benzema. O atacante bateu na saída de Benaglio.

Na sequência, Xhaka subiu mais que todo mundo e cabeceou com perigo. Aos 29, Benzema deu grande passe para Sissoko, que chegou finalizando de primeira e mandou no canto do goleiro. Benaglio salvaria a Suíça em mais duas oportunidades. O gol de honra suíço veio aos 36 minutos. Dzemaili cobrou falta rasteira, a bola passou no meio da barreira e entrou no cantinho. Logo depois, Shaqiri finalizou de longe e e Lloris espalmou.

Animada, a Suíça conseguiu marcar o segundo aos 41 minutos. Inler passou nas costas da defesa e Shaka acertou um bonito chute de primeira, sem chances para o goleiro francês. Assim que o árbitro apitou o fim do jogo, Benzema acertou um lindo chute no ângulo do goleiro. No entanto, o lance não estava mais valendo.

FICHA TÉCNICA

SUÍÇA 2 X 5 FRANÇA

SUÍÇA - Benaglio; Lichtsteiner, Von Bergen (Senderos), Djourou e Rodriguez; Behrami (Dzemaili), Inler, Xhaka e Shaqiri; Mehmedi e Seferovic (Drmic). Técnico - Ottmar Hitzfeld.

FRANÇA - Lloris; Debuchy, Sakho (Koscielny), Varane e Evra; Cabaye, Matuidi, Valbuena, Sissoko e Giroud (Pogba); Benzema. Técnico - Didier Deschamps.

GOLS – Giroud aos 16, Matuidi aos 18 e Valbuena aos 39 minutos do primeiro tempo; Benzema aos 21, Sissoko aos 29, Dzemaili aos 36 e Xhaka aos 41 minutos do segundo tempo

ÁRBITRO - Bjorn Kuipers (Holanda)
ASSISTENTES - Sander Van Roekel (Holanda) e Erwin Zeinstra (Holanda)
CARTÕES AMARELOS – Cabaye (França)
PÚBLICO - 51.003 torcedores
RENDA - Não divulgada.
LOCAL - Arena Fonte Nova, em Salvador.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...