Rússia 1 x 1 Coreia do Sul - "Frango" salva jogo com pior público da Copa

Foto: Divulgação

18/06/2014

Akinfeev cometeu falha grotesca que originou o gol dos coreanos

Rússia e Coréia do Sul fizeram uma partida à altura da quantidade de público presente na Arena Pantanal. Apenas 37.603 torcedores acompanharam uma partida com baixo nível técnico, mas salva pelo frango do goleiro Akinfeev, sério candidato ao “mico da Copa do Mundo”. O goleiro só não terminou com status de vilão, pois os russos foram buscar o empate em 1 a 1.

A partida marcou o primeiro encontro entre Rússia e Coréia do Sul em uma Copa do Mundo. As seleções só haviam se enfrentado em uma única oportunidade, em um amistoso, onde os russos saíram com a vitória por 2 a 1, no ano passado.

Com o empate, Rússia e Coréia do Sul dividem a segunda colocação do Grupo H, que tem na liderança a Bélgica, esta venceu nesta terça-feira a Argélia, de virada, pelo placar de 2 a 1.

SEM MUITAS EMOÇÕES...

Foto: Divulgação

O primeiro tempo entre Rússia e Coreia do Sul seguiu a linha do que aconteceu no confronto apático entre Seleção Brasileira e México. A única diferença era de que o meio de campo estava mais aberto. Ambas as seleções apostavam na velocidade, mas encontraram uma defesa sólida pela frente, porém, faltou emoção em mais um jogo desta terça-feira.

A Rússia teve um leve domínio. Era a equipe com mais consistência e chegava com algum perigo. O alvo, ao menos, acertavam, mas paravam no goleiro Jung. O arqueiro coreano fez uma importante defesa com o peito, após chute de Ignashevich. A outa chance de mais perigo saiu dos pés de Zhirkov. O meia arriscou de longa distância, mas a bola foi para a linha de fundo.

Apesar do domínio da Rússia, a Coréia não estava mal. Os coreanos apostavam na correria dos jogadores, mas pecavam na hora de finalizar. Era chute para o mato, um atrás do outro. Aos 33 minutos, Koo arriscou, a bola desviou e quase entrou. Akinfeev tirou com os olhos.

Na bola, a primeira etapa deixou a desejar. Na torcida, os russos conquistaram os torcedores brasileiros. Juntos, pegavam nos pés dos coreanos, e vaias escoavam a cada toque de bola da Coréia do Sul. Brasil era Rússia na partida.

QUE FRANGO, AMIGO!

Foto: Divulgação

O tempo de estudo terminou. Rússia e Coréia do Sul resolveram arriscar mais na segunda etapa. Ao contrário do primeiro tempo, o domínio era dos asiáticos, que tentaram em três oportunidades nos 15 minutos iniciais, mas em todas parou no goleiro Akinfeev. Mais tarde, o arqueiro se tornaria o vilão do embate, mas antes fez boas defesas, nas tentativas de Yun, Koo, e Kim.

A arma mais acionada continuava sendo os chutes de longa distancia, e acabou dando certo aos 22 minutos. Lee Keun Ho soltou o pé e Akinfeev entregou. Era o maior frango da Copa do Mundo até agora. A Rússia, porém, correu atrás do prejuízo e foi logo estragando a festa dos coreanos. Aos 28, Dzagoev chutou, Jung defendeu e na sobra Kerzhakov, que acabara de entrar, mandou para as redes.

O “frango” do goleiro Akinfeev acabou ajudando a seleção russa que saiu mais para o jogo. Os europeus assumiram de vez o domínio do jogo e ficaram muito perto de sair de campo com a vitória. O cansaço, porém, falou mais alto. A equipe de Fábio Capello, nos minutos finais, optou por ficando tocando a bola de lado e assegurar o empate em 1 a 1.

PRÓXIMOS JOGOS
Na próxima rodada, a Rússia enfrenta a Bélgica no domingo, às 13h, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Já a Coréia do Sul tem pela frente a Argélia no mesmo dia, às 16h, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA

RÚSSIA 1 x 1 COREIA DO SUL

RÚSSIA - Akinfeev; Yeshchenko, Berezutski, Ignashevich e Kombarov; Glushakov (Denisov), Shatov (Dzagoev), Samedov e Faizulin; Kokorin e Zhirkov (Kherzakov). Técnico: Fábio Capello.

COREIA DO SUL - Jung; Lee Young, Hong, Kim e Yun; Han, Koo, Ki e Lee Chung; Son (Kim-Bo) e Park (Lee). Técnico: Hong Myung-Bo.

GOLS - Lee, aos 22, e Kerzhakov, aos 28 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Shatov e Samedov (Rússia); Son, Ki e Koo (Coreia do Sul).
ÁRBITRO - Néstor Pitana (Fifa/Argentina).
RENDA - Não disponível.
PÚBLICO - 37.603 pessoas.
LOCAL - Arena Pantanal, em Cuiabá (MT).



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...