Honduras 0 x 3 Suíça - Despedida da Amazônia tem show de Shaqiri e fim da "maldição"

Foto: Divulgação

26/06/2014

O artilheiro suíço marcou três gols no embate desta quarta-feira

Ufa! A Suíça está classificada para as oitavas de final da Copa do Mundo no Brasil. Para os mais supersticiosos, a partida tinha um ar de revanche, misturada com maldição. Há quatro anos atrás, os suíços eram eliminados ainda na primeira fase diante da própria seleção de Honduras. Desta vez, foi colocado um fim em tudo isso. Os europeus venceram por sonoros 3 a 0, com show do atacante Shaqiri, autor de todos os gols do embate, que marcou também a despedida da Arena Amazônia no torneio.

A classificação foi sofrida, principalmente após a goleada sofrida diante da França, na segunda rodada, mas a vitória diante de Honduras garantiu a vice-liderança do Grupo E com seis pontos, a um da França. Os franceses empataram com o eliminado Equador (quatro) e ficaram na ponta. Fechando o grupo, os hondurenhos não pontuaram.

Nas oitavas de final, a Suíça tem pela frente a Argentina. Os hermanos garantiram a primeira colocação do Grupo E, após vencer a Nigéria, também nesta quarta-feira, por 3 a 2.

ARTILHEIRO VOANDO!
O clima era de revanche. Há exatamente quatro anos atrás, também no dia 25 de junho, a Suíça era eliminada da Copa do Mundo ainda na primeira fase. O rival da ocasião era o mesmo dessa quarta-feira, a seleção de Honduras, que vivia momento similar, já que precisava de um milagre para garantir uma vaga às oitavas de final. O 0 a 0 eliminou ambas as equipes e classificou Espanha, atual campeão, e Chile.

Foto: Divulgação

Daquele fatídico dia para as duas equipes, oito jogadores estiveram em campo, quatro para cada lado. Dos hondurenhos, jogaram Valladares, Figueroa, Bernardez e Wilson Palacios. Já pelo suíços atuaram há quatro anos atrás: Shaqiri, Lichtsteiner, Inler e Benaglio.

A Suíça entrou determinada em castigar a Honduras por ter tido participação efetiva na sua eliminação em 2010, e provou isso logo aos cinco minutos de partida, quando abriu o placar na Arena Amazônia. Shaqiri arriscou de longe e fez um golaço, acertando o ângulo do goleiro Valladares, que ainda tentou chegar na bola, mas nada pôde fazer.

Apesar de perder na posse de bola para hondurenhos, a Suíça teve um domínio maior no meio de campo. Sua dupla de volante fazia com que o sistema defensivo não corresse muitos riscos e ligava bem ao ataque. Aos 30 minutos, de novo ele, Shaqiri recebeu de Drmic, avançou, e tocou no canto de Valladares, marcando o seu segundo na partida.

Mesmo com o forte calor em Manaus, os hondurenhos não conseguiram colocar o ímpeto em que se esperava e foram meros coadjuvantes no embate. Tanto é que, mesmo há dois gols atrás no placar, os hondurenhos estavam mais longe do primeiro, do que os suíços do terceiro.

FECHOU A CONTA!

Foto: Divulgação

A seleção de Honduras voltou com outro postura para a segunda etapa. Finalmente resolveram jogar, mas pecavam nas finalizações. Aos seis minutos, Wilson Palacios tocou para Bengston. O atacante tirou o goleiro Benaglio da jogada e chutou. A bola estava entrando, quando Rodríguez afastou o perigo em cima da linha.

Os hondurenhos melhoraram, mas a Suíça não abria a mão da tentativa de fazer o terceiro e definir de vez o embate. Shaqiri ainda era a principal arma ofensiva. O jogador estava “endiabrado” e a cada toque na bola, buscava acertar mais uma.

Se existia alguma possibilidade de reação por parte de Honduras, ela acabou aos 25 minutos. Drmic fez bela jogada pelo lado esquerdo de campo e tocou para Shaqiri fazer o terceiro. Já pode pedir música no hat-trick FI.

O gol de honra de Honduras só não saiu no final do embate muito por causa de Benaglio. O goleiro fez uma defesa milagrosa na cabeçada de Bengston, e determinando o 3 a 0 no marcador.


PRÓXIMO JOGO
Classificada, a Suíça enfrenta a Argentina na terça-feira, às 13h, no Itaquerão, em São Paulo. Já a seleção de Honduras se despede da Copa do Mundo 2014.

FICHA TÉCNICA:

HONDURAS 0 x 3 SUÍÇA

HONDURAS - Valladares; Bekceles, Bernardez, Figueroa e Juan Garcia; Claros, Wilson Palacios, Espinoza (Chavez) e Boniek Garcia (Najar); Costly (Jerry Palacios) e Bengtson. Técnico: Luis Suárez.

SUÍÇA - Benaglio; Lichtsteiner, Djourou, Schär e Rodríguez; Inler, Behrami, Xhaka (Lang) e Shaqiri (Dzemaili); Mehmedi e Drmic (Seferovic). Técnico: Ottmar Hitzfeld.

GOLS - Shaqiri, aos 5 e aos 30 minutos do primeiro tempo; Shaqiri, aos 25 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS - Jerry Palacios (Honduras).
ÁRBITRO - Nestor Pitana (Fifa/Argentina).
RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.
LOCAL - Arena Amazônia, em Manaus (AM).



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...