Brasil 0 x 0 México – Jogo fraco e classificação fica para a última rodada

Foto: Divulgação

18/06/2014

Seleção tinha a chance de garantir vaga nas oitavas de final caso vencesse a partida

O Brasil entrou em campo nesta terça-feira precisando apenas da vitória para garantir a vaga na próxima fase da Copa do Mundo, mas os três pontos não vieram. Com o zero a zero no placar, a definição do Grupo A ficará para a próxima semana.

Apesar da torcida lotar a Arena Castelão, o Brasil não fez uma boa partida. Com os jogadores muito abaixo do esperado, Oscar sumido e Paulinho, mais uma vez, sumido na partida, o Brasil não conseguiu chegar ao gol do México.

Com o empate, as duas seleções chegaram aos 4 pontos conquistados mas o Brasil ainda lidera o Grupo A por causa do saldo de gol. Camarões e Croácia, outras duas seleções da chave, entram em campo nesta quarta-feira.

NADA DE GOL!
Não foi um primeiro tempo de encher os olhos dos torcedores, longe disso. O que se viu foi um Brasil trocando muitos passes no meio de campo, mas nada de assustar o goleiro Ochoa. Com o México marcando forte e não dando espaço aos jogadores brasileiros, poucas chances de gol foram criadas no começo da partida.

Apesar do estádio lotado e do apoio da torcida de Fortaleza, o Brasil ameaçou o Méximo apenas aos 10 minutos com Fred, mas o assistente já assinalava posição irregular do atacante.

A Seleção Brasileira só voltou a assustar o México aos 25 minutos de jogo. Após cruzamento de Daniel Alves na cabeça de Neymar, o camisa 10 ganhou da defesa mexicana e cabeceou no canto direito de Ochoa, que se esticou todo e evitou o primeiro gol do jogo.

Foto: Divulgação

Enquanto o Brasil levava perigo de dentro da área, o México arriscava chutes de longa distância. A primeira oportunidade veio em chute de Herrera, mas Júlio César espalmou para escanteio. Na sequência quem arriscou foi Vázquez, mas a bola se perdeu pela linha de fundo.

O último lance de perigo do primeiro tempo foi criado pelo Brasil. Após cruzamento de Neymar para a área, Thiago Silva ajeitou de peito para Paulinho que tocou para o gol. Bem posicionado, Ochoa evitou novamente o gol brasileiro.

POUCA CRIATIVIDADE E SEGUNDO TEMPO FRACO!
Assim como o primeiro tempo, a etapa final foi muito fraca. Com os jogadores brasileiros pouco inspirados, a seleção do México passou a gostar do jogo e dominou a partida.

Apenas no segundo tempo, o México chutou sete bolas a gol, contra apenas quatro do Brasil. O adversário parecia não temer Júlio César no gol e, sempre que abria uma oporunidade de fora da área, eles arriscavam o chute.

Como no jogo contra a Croácia, quem tentou chamar a responsabilidade foi Neymar. O camisa 10 brasileiro cobrou falta com perigo, rente ao gol de Ochoa, mas a bola se perdeu pela linha de fundo. Apagados, Paulinho e Oscar pouco participaram da partida.

Aos 23 minutos, Marcelo levantou a bola para a área e Neymar finalizou de esquerda. Gigante, Ochoa defendeu mais uma vez e evitou o gol do Brasil. O goleirão voltaria a salvar o México aos 40 quando, a queima roupa, Thiago Silva cabeceou forte e o goleirão, com o peito, evitou o gol.

No último lance do jogo o México ainda assutou o Brasil com Guardado. O jogador avançou pela direita e, de fora da área, arriscou para o gol. Bem posicionado, Júlio César espalmou a bola.

PRÓXIMOS JOGOS
A Seleção Brasileira volta a campo somente na próxima segunda-feira, às 17 horas, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, quando enfrenta Camarões. Já o México enfrenta a Croácia, no mesmo dia e horário, na Arena Pernambuco.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 0 x 0 MÉXICO

BRASIL - Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz, Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho, Oscar (Willian), Ramires (Bernard); Fred (Jô) e Neymar. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

MÉXICO - Guillermo Ochoa; Francisco Rodríguez, Rafael Marquez, Hector Moreno; Paul Aguilar, Hector Herrera (Fabian), Andres Guardado, Jose Juan Vazquez, Miguel Layun; Giovani dos Santos (Jiménez) e Oribe Peralta (Javier "Chicharito" Hernández). Técnico: Miguel Herrera.

CARTÕES AMARELOS - Ramires e Thiago Silva (Brasil); Aguilar e Vazquez (México).
ÁRBITRO - Cüneyt Çakir (Fifa/Turquia).
RENDA - Não disponível.
PÚBLICO - 60.342 pagantes.
LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza (CE).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...