Rivaldo é a estrela do Tour da Taça da Copa do Mundo em Natal


Paulo Jean de Medeiros, enfermeiro de 44 anos, decidiu criar um projeto para crianças carentes 
voltado para a formação de atletas após morte de filho (Crédito: Inovafoto/ Coca-Cola)

23/05/2014 

Estrutura conta com brinquedos como um totó humano, gol e estilingue humano, bolas dos Mundiais desde 1970 e sala para exibição de filme

Depois de percorrer 89 países e 22 capitais do Brasil, a taça da Copa do Mundo chegou a Natal. Nesta quinta-feira (22.05), em exibição na zona norte da cidade, o troféu levou, segundo a organização, entre dez e 15 mil visitantes para a tenda montada em um shopping da capital potiguar.

A grande estrela do evento foi o pentacampeão Rivaldo, que tirou fotos com fãs ao lado do objeto de desejo das 32 seleções que disputarão o Mundial deste ano. Outros ex-craques também marcaram presença, como Marinho Chagas, Evaldo Pancinha e Danilo Menezes, os três bastante queridos no futebol local.

“Está sendo muito legal participar. É um evento bom para os torcedores, que têm essa possibilidade de tirar uma foto com o troféu da Copa do Mundo, com o Rivaldo, e outros jogadores”, conta Rivaldo, ex-camisa 10 da Seleção Brasileira que se sagrou campeão em 2002.

Ele ainda comentou sobre a expectativa para a Copa do Mundo, mas acredita que o Brasil não terá caminho fácil. “A gente sabe que o Brasil é favorito, mas não podemos dizer que vai ganhar fácil. Copa do Mundo sempre é difícil, as outras seleções também se prepararam bastante. Muitas delas que têm tradição e já foram campeãs mundiais. Mas como o Brasil joga em casa, tem o apoio da torcida e da imprensa, acredito que tenha uma maior facilidade para as coisas se saírem bem”, opina.

O “Tour da Taça” em Natal também teve uma estrutura para a criançada. Brinquedos voltados ao futebol, como um totó humano, chutes a gol, dribles, estilingue humano, foram colocados ao redor da tenda principal.

“Achei muito legal. Aqui a gente vê a taça da Copa, mas antes tem que ver um vídeo, que é muito legal também. Aqui tem muita recreação, tem um brinquedo que você tem que defender a bola, outro que tem que chutar pra fazer gol, e um que você é a bola, que você tem que ir rolando até entrar no gol”, comemora Felipe Suassuna, 9 anos.

Um espaço para apresentações de dança e futebol freestyle também foi instalado, além de um DJ para animar o evento. Na estrutura de entrada, os visitantes puderam ver de perto as bolas oficiais desde a Copa de 1970. Em seguida, acompanharam um vídeo sobre a história do Mundial, até passar para uma outra área e ficar muito próximo do troféu da Copa do Mundo.


Felipe Suassuna, 9 anos, se diverte com a família nos brinquedos colocados 
na área externa à tenda de exposição da taça da Copa do Mundo (Fotos: Paulo Victor)

“O Tour da Taça é a forma de a gente levar a Copa para todo mundo. Nesses últimos nove meses, levamos a taça para 89 países e aqui no Brasil, pela primeira vez, a gente está indo para as 27 capitais do país-sede. Até agora, mais de 300 mil pessoas tiveram acesso direto a taça, e puderam tirar foto”, comenta o vice-presidente da Coca-Cola para a Copa do Mundo 2014, Michel Davidovich.

Segundo ele, o público tem aderido bem às campanhas e comparecido em grande número em todas as 27 capitais brasileiras. “Está dentro da expectativa. A gente esperava entre dez e 15 mil pessoas, em média, por dia. É o que vem acontecendo. Até o final do tour a gente deve ter cerca de 500 mil pessoas”, encerra Davidovich.

Homenageado

Durante o Tour em cada capital, um personagem é homenageado. E a bola da vez em Natal foi Paulo Jean de Medeiros, enfermeiro de 44 anos. Seu filho, Paulo Júnior, jogava como goleiro em categorias de base, mas faleceu no final do ano passado aos 16 anos, vítima de acidente de trânsito, um dia antes de assinar contrato com um clube da Europa.

Depois do ocorrido, Paulo decidiu criar um projeto para crianças carentes voltado para a formação de atletas, especificamente para goleiros. Com uma medalha no peito colocada por Rivaldo, o idealizador do projeto falou com entusiasmo sobre o que vivia naquele momento. “Foi a maior surpresa depois do nascimento do meu filho. Fazer um projeto como esse no nosso país é muito difícil e receber um presente desse é uma alegria muito grande”.

» Curiosidades

- O troféu da Copa do Mundo mede 36,8 cm, com 13 cm de diâmetro, tem 6,175 kg e é feita de ouro maciço 18 quilates. A base da taça é de malaquita, pedra semipreciosa;

- A taça pertence à FIFA e é entregue ao país campeão, que leva para casa uma réplica folheada a ouro - e não de ouro maciço como a original;

- Somente campeões mundiais e chefes de Estado têm o direito de segurar o cobiçado troféu que traz gravado, na parte inferior, o nome e o ano de cada ganhador da Copa do Mundo da FIFA desde 1974;

- Brasil (1994 e 2002), Alemanha (1974 e 1990), Argentina (1978 e 1986), Itália (1982 e 2006), França (1998) e Espanha (2010) são os países que, até o momento, têm seus nomes gravados;

- A atual taça foi criada pelo escultor milanês Silvio Gazzaniga e substitui a antiga, batizada de Jules Rimet;

- O “Tour da Taça” teve início no dia 12 de setembro e passará por 90 países quando for concluído no dia 1º de junho, em São Paulo. O evento de lançamento, realizado no alto do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, contou com a participação dos campeões mundiais Zagallo, Amarildo, Rivelino, Bebeto e Marcos;

- O “Tour da Taça” visitou todos os países campeões da Copa do Mundo;

- Pela primeira vez na história do Mundial, a taça viaja por todas as capitais de um país-sede;

- São 41 dias ininterruptos de viagem pelas 27 capitais brasileiras;

- Serão necessários 290 dias para a montagem de toda a estrutura do “Tour da Taça” em todas as 27 capitais do Brasil e mais 122 dias para desmontagem;

- Durante a turnê pelo Brasil, a taça ficará 492 horas exposta ao público, número que equivale a assistir ao filme Avatar 164 vezes;

- A quantidade de lona produzida para o evento daria para cobrir uma extensão de aproximadamente 13 quilômetros. Todo o material será doado para uma ONG para produção de objetos como bolsas, nécessaires e afins;

- Ao final do “Tour da Taça”, incluindo a etapa brasileira, mais de dois milhões de pessoas em terão tido a oportunidade de vivenciar o prêmio mais cobiçado do futebol mundial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...