Governo estadual reforça equipes de saúde para atendimento durante a Copa do Mundo

22/05/2014

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) reuniu nesta quarta-feira (21), no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, representantes de instituições hospitalares da Capital e do interior. A oficina de trabalho teve como objetivo a apresentação das estratégias operacionais de urgência e emergência para a Copa do Mundo 2014. A iniciativa teve a coordenação da chefe de gabinete da SES/RS, Rosângela Dornelles. 

Durante a Copa do Mundo, quando o Rio Grande do Sul deverá receber cerca de 100 mil turistas estrangeiros, serão reforçadas as equipes de atendimento de urgência do município de Porto Alegre. O esforço dará suporte para casos de incidentes com múltiplas vítimas e deve ser uma garantia extra para a manutenção da rotina de atenção aos moradores da capital. Toda a estrutura será incorporada aos serviços regulares do Estado. 

Além de disponibilizar 10 ambulâncias do SAMU estadual e um Posto Médico Avançado para reforçar o trabalho das equipes de Porto Alegre, a SES será a responsável pela distribuição dos pacientes atendidos pelo SAMU que precisem de internação. 

Outro legado importante é resultante de um acordo inédito - proposto pela Agência Nacional de Saúde e Câmara Temática da Saúde/RS com as principais operadoras de planos de saúde no Rio Grande do Sul - que vai integrar as emergências dos hospitais privados à rede de atendimento para receber pacientes conveniados e atendidos pelo SAMU. 

Força Estadual de Saúde 
O Governo criou a Força Estadual de Saúde e desenvolveu estruturas, equipes e procedimentos que poderão ser utilizados regularmente em caso de incidentes com múltiplas vítimas em qualquer região do estado. Com um investimento de R$ 30 milhões , a Força contará com um Posto Médico Avançado e equipamentos para transporte aéreo de pacientes.

Copa 
O sistema continua funcionando normalmente para o atendimento à população. Todas as unidades continuam funcionando. Há dois hospitais de referência para atendimento da chamada família FIFA, uma equipe médica coordenada pelo COL/FIFA para atendimento dentro dos estádios e uma equipe mobilizada pela Força Estadual de Saúde para atendimento de incidentes com múltiplas vítimas. 

A Força Estadual de Saúde trabalhará em esquema de plantão e estará pronta para instalar um Posto Médico Avançado no perímetro do estádio durante os jogos e nas proximidades da Fanfest nos outros dias durante o período da Copa. A equipe terá um posto médico inflável, um centro móvel de comando, um helicóptero para transporte de equipes, equipamentos e atendimento aero médico, além de equipe técnica para atendimento de múltiplas vítimas. 

Jogos 
O SAMU estadual trabalhará com reforço operacional e haverá plantão de equipes médicas e no centro integrado de operações da saúde. Os hospitais de referência e das rotas turísticas já passaram por treinamento para execução de planos de emergência e servirão como retaguarda para os hospitais da capital. 

Beira-Rio 
O COL/FIFA coordena a operação médica nos estádios, centros de treinamento e hotéis de referência e terá atendimento feito por equipe contratada. No centro de operações do estádio, haverá um médico regulador da equipe FIFA e um médico regulador do SAMU estadual para gerenciar a transferência de pacientes que precisem de hospitalização. Em caso de incidentes com múltiplas vítimas, o comando e a execução das operações será assumida pela Força Estadual de Saúde. 

Hospitais de referência 
As pessoas da chamada família FIFA ou que disponham de seguro internacional ou convênio e que precisarem de atendimento serão transferidas para os hospitais de referência FIFA (Hospital Mãe de Deus e Moinhos de Vento). O Hospital Ernesto Dorneles também atenderá pacientes com seguro saúde ou convênio. 

As emergências hospitalares públicas estarão preparadas para atendimento. O Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre e o Hospital Cristo Redentor estão preparados para receber vítimas de acidentes, enquanto o Hospital de Clínicas e o Hospital Nossa Senhora da Conceição devem receber as urgências clínicas. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...