'Está mais preparada que o Rio', diz holandês sobre Porto Alegre na Copa

Jornalistas se encantam com a capital gaúcha e ficam animados com o 
Mundial (Foto: Carla Simon / G1 )

16/05/2014

Jornalistas estrangeiros fazem tour pela capital gaúcha antes do Mundial. 
Grupo de holandeses e argentino também vai visitar cidades da Serra.

Jornalistas estrangeiros vieram ao Rio Grande do Sul conhecer um dos estados que vai receber a Copa do Mundo de 2014. Na tarde desta quinta-feira (15), os profissionais argentinos e holandeses passearam pelo Guaíba a bordo do barco Cisnei Branco, em Porto Alegre. E gostaram do que viram. 

O holandês Ernest Daniel Nijboer, de Amsterdã, mora no Rio de Janeiro desde 2007. Ele trabalha em uma produtora de vídeo com sede no Rio e na capital holandesa. Para Nijboer, a capital gaúcha apresenta melhores condições do que a capital fluminense para receber o evento. “A cidade é moderna, mais preparada que o Rio em infraestrutura, é mais limpa, calma e organizada”, afirmou.

O holandês Ernest Daniel Nijboer mora no Rio de
Janeiro (Foto: Carla Simon / G1)
O colega Kieran Kaal, também holandês, vive em São Paulo há cinco anos. Pela primeira vez na capital gaúcha, ele também teve boas impressões. "Uma cidade muito bonita, melhor que Amsterdã", brincou. Já em relação ao futebol da seleção holandesa, a expectativa não é das melhores. "Nosso time só tem dois craques: Arjen Robben (Bayern) e Robin Van Persie (Manchester United). Se passarmos da primeira fase é lucro", completa.

Já os hermanos argentinos têm certeza do título mundial. O jornalista Aníbal Mendoza, que trabalha no jornal “La Nación”, em Buenos Aires, diz que a seleção argentina vai ser campeã e que não existe competitividade com o Brasil além do futebol. “Os argentinos adoram o povo brasileiro, só tem rivalidade no futebol”, explica, animado.

Mendoza está empolgado com a oferta cultural que Porto Alegre oferece. Ele diz que não tinha expectativas, mas que adorou a cidade, principalmente o Mercado Público. “Tem muitos elementos em comum com a cultura argentina. A carne e o mate são alguns deles”, afirma. Mendoza esteve na capital gaúcha em janeiro deste ano e se impressionou com a rapidez que as obras foram feitas. “Há quatro meses vi o esqueleto do Beira-Rio e agora encontrei um grande estádio, muito bonito”.

Também argentino, Carlos Albertoni trabalha no jornal “La Voz del Interior” e diz que a semelhança de Porto Alegre com a capital argentina é imensa. “É o lugar mais argentino do Brasil e menos brasileiro do Brasil”, brinca. Já sobre o futebol ele é enfático: “Creio que o Brasil vai levar a taça da Copa. Vocês tem Neymar!”, explica. No entanto, quando questionado sobre qual o melhor, Messi ou Neymar, ele é firme: “Messi. Sem o Messi a seleção argentina não seria nada", completa.

O grupo de jornalistas estrangeiros chegou na quarta-feira (14) e agora vai para Bento Gonçalves, Garibaldi, Cambará do Sul, Gramado e Canela, na região da Serra. Eles vão ficar uma semana no estado.

A presidente da Associação Brasileira de Agência de Viagens do Rio Grande do Sul (Abav), Rita Vasconcellos, vê a Copa como uma oportunidade de atrair futuros turistas para o estado. “Estou esperançosa pelo legado que a Copa do Mundo vai deixar ao estado, porque os turistas podem vir pós Copa depois que conhecerem o Sul”, explica Vasconcellos.

A assessora de promoção em relações internacionais do governo, Mariana Milani também demonstra empolgação com a Copa. “É importante o posicionamento que o Rio Grande do Sul vai ter como destino de turismo qualificado no sul do Brasil”, afirma.

Fonte: G1 RS


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...