Copa 2014: evento-teste no Beira-Rio é considerado bem-sucedido

Aspectos de 12 áreas de serviço foram testados no confronto deste sábado
Foto: Ivo Gonçalves/PMPA

11/05/2014 

Dentro do planejamento das operações no estádio da Copa em Porto Alegre, o Comitê Organizador Local (COL) promoveu neste sábado, 10, um evento-teste no jogo Inter x Atlético-PR, no Beira-Rio. A partida válida pelo Brasileirão serviu para afinar o trabalho do COL e da Fifa a ser realizado nos confrontos da Copa do Mundo no palco da capital gaúcha. “O evento-teste foi bem sucedido e ocorreu tudo dentro do programado. Não temos nada de negativo, somente o lado positivo para destacar, como as áreas de zona mista e entrevistas coletivas oferecidas para a imprensa”, afirmou o gerente de integração do COL, Tiago Paes, durante avaliação ao final do evento-teste. (fotos)

Gerente do Comitê Organizador Local fez avaliação positiva ao final
Foto: Ivo Gonçalves/PMPA
O coordenador de infraestrutura da Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa) da prefeitura de Porto Alegre, José Mocelin, frisou um dos aspectos mais importantes para o bom desenvolvimento da competição. “Quero destacar, também por eu ser ex-árbitro, a qualidade do gramado. Este é o local que vai aparecer por mais tempo na televisão para o mundo todo, são pelo menos 90 minutos de bola rolando, e é onde os craques irão eternizar jogadas e gols nos jogos em Porto Alegre”, comemorou Mocelin. Ainda participaram da entrevista coletiva ao final da partida, o presidente do Internacional, Giovanni Luigi, o coordenador da comitê gestor da Copa do governo do Estado, Maurício Nunes, e o CEO do COL, Ricardo Trade.

Ao todo, alguns aspectos de 12 áreas de serviço foram testados no confronto. Cerca de 700 pessoas estiveram envolvidas, sendo que somente a área interna do Beira-Rio foi parte da operação, não incluindo, portanto, questões como mobilidade urbana. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) contou com 50 agentes de trânsito mobilizados atuando nas ruas das cercanias e acessos ao estádio Beira-Rio. Enquanto isso, o Centro Integrado de Comando da Prefeitura de Porto Alegre (Ceic) monitorou o desempenho da operação no entorno do Beira-Rio pelas câmeras de vídeo-monitoramento. São 840 câmeras espalhadas pela cidade, incluindo prédios públicos.

O fato de ser um evento-teste não significa que o torcedor encontrou neste sábado 100% dos serviços que serão oferecidos na Copa do Mundo. E muito menos que os serviços deverão funcionar na mesma escala ou padrão da competição. Os testes são necessários exatamente para corrigir imperfeições e identificar potenciais problemas, de maneira que o serviço seja de excelência durante a competição. Em algumas áreas já foram utilizadas as equipes locais do COL, que serão responsáveis por operar o evento em cada uma das 12 sedes. 

Confira abaixo as áreas do COL envolvidas na operação da partida:

Limpeza e Resíduos
A Gerência de Limpeza e Gestão de Resíduos realizou o treinamento e a preparação dos funcionários contratados pelo operador do estádio, para implantação dos níveis e diretrizes dos serviços de limpeza e gestão de resíduos que serão adotados na Copa do Mundo.

Transporte
Operação das equipes e árbitros dentro do estacionamento do Estádio. O COL implementou a organização interna da chegada e saída dos times, semelhante ao que será feita na Copa.

Serviços ao espectador
Foi implantado modelo semelhante ao da Copa, com planejamento e organização das filas nas catracas e concessões de alimentação.

Voluntários
Foram utilizados cerca de 200 voluntários que estão alocados para a Copa do Mundo da Fifa. Nesta partida, atuaram nas áreas de serviços ao espectador, imprensa, TV, serviços de alimentação e gerenciamento de voluntários.

Operações de Imprensa
Parte da equipe de operações de imprensa, de Porto Alegre e de outras sedes, atuou nesta partida. Foram feitos procedimentos na zona mista, sala de entrevista coletiva e operação dos fotógrafos no gramado, de forma semelhante à da Copa do Mundo.

Operação de TV
Orientação para as equipes de rádio e TV.

Tecnologia
• Para as atividades de áudio e vídeo:
Sistema de sonorização da arquibancada
Telões
Avaliação da sala de controle

• Para as atividades de Telecom

Cobertura de rádio comunicação para identificação das áreas de sombras
• Para atividades de TI
Acompanhamento e observação da operação da infraestrutura de TI dos estádios
Identificação de recursos de TI de legado que possam ser usados no período de exclusividade
Importante: não haverá teste ou qualquer tipo de serviço para a mídia e detentores de direitos de televisão.

Competições
Gramado: foi tratado da mesma forma que na Copa do Mundo. Já existe um cuidado diferenciado e a grama foi cortada no mesmo padrão dos jogos da competição, além de ser irrigada no mesmo tempo recomendado pela Fifa.

Serviços Médicos
A equipe médica do COL foi responsável pelo atendimento aos atletas e controle de doping de acordo com o procedimento do Campeonato Brasileiro.

Segurança
Cerca de 400 seguranças e stewards atuaram nesta partida. Ainda não foram utilizados os perímetros, nem foram implantados Mag & Bags (detectores de metais) para revista, que foi visual/manual e executada pela segurança pública.

Atuação dos stewards (profissionais do COL que trabalham na segurança interna dos estádios):

- Controle das áreas de circulação de locais de público.
- Segurança no campo – controle de acesso e manutenção da ordem no campo; acompanhamento do árbitro e auxiliares; proteção em casos de invasão de torcedores.
- Grupo de reação (campo) – responsável por intervenções imediatas nos casos de ameaças de tumultos, brigas de jogadores (sob demanda da equipe de arbitragem) ou tentativas de invasão de campo.
- Houve integração operacional com as forças de segurança pública e Defesa. Toda a operação no perímetro externo foi de responsabilidade exclusiva dos órgãos de segurança pública.

Alimentação
O COL foi responsável pela alimentação dos voluntários e lanche no vestiário para as equipes.

Acesso nos portões
O COL contratou e treinou os operadores das catracas.
Todos os povos, todas as cores
Todos os povos, todas as cores – Porto Alegre contra o preconceito será o posicionamento da capital gaúcha para a Copa Fifa 2014, aproveitando o momento de exposição mundial para celebrar e estimular a diversidade, o respeito e a tolerância, de forma a potencializar esses valores tão nossos junto aos cidadãos e aos visitantes. O material de divulgação destaca os atributos de Porto Alegre, multicidade receptiva e acolhedora, que respeita as diferenças, combate o preconceito, promove a harmonia a e união. O movimento Todos os povos, todas as cores vai ganhar forma na mídia e nas ruas a partir de peças de mídia externa, chamadas em TV e rádio e diversas ações antes e durante a Copa.

Datas e horários dos jogos em Porto Alegre

Se você mora ou trabalha perto do Beira-Rio, cadastre o seu veículo

Fonte: Prefeitura de Porto Alegre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...