Aprovado projeto das estruturas complementares para a Copa 2014

Algumas estruturas começam a ser montadas nesta sexta-feira (25) - Foto: Divulgação.

25/04/2014

O projeto para as instalações complementares necessárias para a realização da Copa do Mundo no Beira-Rio foi aprovado nesta quinta-feira (24), pelo Comitê Gestor do Programa Grandes Eventos Esportivos no Estado do Rio Grande do Sul (GEERS). A partir da aprovação do projeto, o GEERS está apto a receber as propostas das empresas interessada em apoiar a construção dessas instalações. É através do Programa de Apoio à realização de Grandes Eventos Esportivos no Estado que é definida a isenção fiscal para as empresas que investirem nas instalações complementares. O grupo é formado por órgãos do governo gaúcho, como a Casa Civil e as secretarias do Esporte e Lazer, do Planejamento, Gestão e Participação Cidadã, Procuradoria Geral, Secretaria da Fazenda e Secretaria Geral. 

"O projeto aprovado é mais uma etapa vencida. Tem a operação de captação que o marketing do Internacional já vem coordenando. A nossa expectativa é que amanhã, no máximo segunda-feira (28), o Inter anuncie a integradora, que é a empresa que fará a construção e a estruturação das complementares", explicou o coordenador executivo do Comitê Gestor da Copa 2014 RS (CGCopa), Maurício Santos.

Mesmo antes da entrega do projeto ao GEERS, outros processos já vinham sendo executados paralelamente, como o contato com empresas que podem fazer o aporte de recursos nas estruturas complementares. A prospecção vem sendo realizada pelo marketing do Internacional, com o apoio do CGCopa.

Sobre a integradora, conforme Santos, o Internacional estabeleceu um comitê de conselheiros que avaliará as propostas para ver qual a empresa tem a melhor condição técnica, de segurança e estrutura econômica.

Início das instalações
Com a entrega, no último sábado, de uma parte da pavimentação do entorno do Beira-Rio pela prefeitura, nesta sexta-feira (25) inicia a montagem de algumas estruturas com a chegada de equipamentos para a transmissão de TV (área de reponsabilidade da Fifa) e construção de estruturas em torno deles.

"Essa construção está sendo estabelecida a partir de hoje. Ela dependia de uma série de fatores que passavam por uma estruturação com o COL, definição do legado do estádio Beira-Rio e o que são as complementares. A partir desse fechamento, nós passamos a definir as fases para a instalação das complementares", destacou o coordenador da Copa no RS.

Segundo Santos, nessa readequação com o Comitê Organizador Local (COL) está o debate das instalações realmente necessárias para o evento, a fim de que o investimento fosse realizado apenas no que for utilizado durante os jogos da Copa. Foi esse debate que possibilitou a redução de valores a serem investidos, tornando, inclusive, "o Rio Grande do Sul a sede que possui as estruturas com valor mais baixo", destacou.

A intenção, conforme Santos, é possibilitar a entrega da primeira fase das estruturas até o dia 21 de maio, quando a Fifa assume o Beira-Rio, e, até o final de maio, possam ser realizados os testes."Garantimos que vamos realizar uma grande Copa do Mundo aqui no Rio Grande do Sul". 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...